Moda Sustentável: dicas para o consumo consciente

domingo, agosto 09, 2020

O que alguns consumidores talvez não saibam é que a moda tem um enorme impacto no meio ambiente de várias maneiras, principalmente na forma de grande consumo de água, toxinas produzidas e resíduos criados que entram no aterro.

As pessoas não percebem o quanto os produtos têxteis são prejudiciais quando você os joga no lixo, que são considerados os produtos mais prejudiciais depois do alumínio no fluxo de resíduos domésticos, devido às toxinas que vazam deles. As fibras naturais levam centenas de anos para se decompor e as sintéticas como o poliéster são projetadas para não se decomporem.


Dicas para ser mais sustentável

Nesse contexto, a moda sustentável é um movimento que busca uma melhoria nos processos de consumo na indústria da moda. Para reverter o alto nível do desperdício de roupas, todos nós devemos ter mais consciência daquilo que estamos consumindo; porém, existem muitas dúvidas a respeito desse assunto, porque há muitas complexidades. 


“A cobertura de sustentabilidade voltada para o consumidor geralmente se concentra em notícias éticas e ambientais desastrosas ou no comportamento futuro de compras, o que pode nos deixar impotentes para fazer a diferença como indivíduo ou confusos sobre como consumir de forma mais sustentável", disse Brooke Roberts-Islam, especialista em sustentabilidade. Há, no entanto, pequenas mudanças que podem ser um ótimo início: realizar compras em brechós, por exemplo.


Confira a seguir algumas dicas importantes para aderir à moda sustentável e ao consumo consciente.

Prolongue a vida útil das roupas

Se você pode aumentar o ciclo de vida de uma peça de roupa, seja reutilizando-a, doando-a para instituições de caridade, vendendo para brechós ou trocando-a com amigos da família, isso é uma grande coisa a se fazer. Pratique a moda sustentável!

Compre de forma mais inteligente

Compre mais em brechós, pois assim você estará estendendo novamente o ciclo de vida das roupas. Além disso, procure itens originais e de boa qualidade que provavelmente sejam mais duráveis.


Cuide bem de seus itens

Lave-os a temperaturas mais baixas para que as cores não desbotem tão rapidamente e descubra como consertar suas roupas. Costurar é uma coisa muito fácil de aprender e não é difícil conseguir uma agulha e linha. Além disso, pense em apoiar e exigir outros tipos de fibras, como seda e têxteis, feitas de bambu, que têm menos impacto ambiental. 


Quando as roupas são danificadas, as pessoas pensam que não são boas para ninguém e as colocam na lixeira, mas a indústria de reciclagem de tecidos pode lidar com itens danificados. Se você colocar algo em um banco têxtil, ele será reprocessado e depois aumentado ou diminuído.

Brechós de Luxo

Consumir em brechós é uma ótima maneira de fazer suas roupas irem além e reduzir sua necessidade de comprar novos itens, por exemplo.


Nos brechós você encontra peças de qualidade e que podem durar por anos, caso sejam bem preservadas. Além de ser uma maneira sustentável de consumo e ser boa para o meio ambiente, também resulta em roupas únicas que você não encontra mais nas lojas físicas. Quando você decide comprar as peças seminovas você automaticamente diz não ao desperdício e à rotatividade de tendências e roupas.


Comprando em brechós ainda há o benefício adicional de que você está apoiando uma grande causa, que é a moda sustentável. Sem falar da economia, pois uma peça seminova pode ser até 70% mais barata que uma nova.

Roupas atemporais

A moda é completamente cíclica, de acordo com os fashionistas. Confira agora quais são as principais peças que sempre valem a pena ficar de olho nos brechós de luxo, que funcionarão de estação a estação, que são:


Jaquetas jeans: as pessoas costumam pagam muito dinheiro pelo jeans, que parece ter sido usado há anos, então por que não investir em uma peça seminova de qualidade?

Malhas grossas: as malhas sintéticas mais baratas nem sempre ficam ótimas depois de algumas lavagens, mas peças como cardigãs grossos ou blusas estilo Fisherman nunca saem de moda e geralmente podem ser feitas de uma lã muito resistente.


Blusas de seda: uma blusa de seda simples é atemporal e fácil de encontrar. Muitas têm detalhes bonitos na gola ou botões bonitos que funcionam perfeitamente com as malhas para o inverno.


Saias midi: as saias midi são uma tendência enorme no momento e você pode encontrar algumas estampas incríveis. Se você conseguir encontrar um estilo de corte tendencioso, já ganhou o jackpot da saia!


Vestidos florais: nunca há uma coleção de temporada ou marca que não apresente um vestido floral. Faça uma busca nas categorias vintage nos brechós de luxo e encontre inúmeras estampas florais charmosas estilo dos anos 70, por exemplo.


E você, o que faz para ser mais sustentável? Me conte nos comentários.

Me acompanhem na redes sociais:
contato_marcelabog@outlook.com

You Might Also Like

25 Comentaram

  1. Amei demais esse post, era bem consumista, comprava muitas roupas por conta do preço, por estarem na promoção, por serem tendência.. e no fim, nem usava. Há dois anos, mudei meu modo de comprar e também soube conhecer meu estilo. Faz toda a diferença. Uso as mesmas roupas por muito tempo, sempre tenho o que vestir com facilidade e não gasto tanto! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. As peças que não vou usar, sempre faço doações a quem realmente precise.

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. Preciso limpar meu armário e fazer algumas doações, adoro fazer isso e saber que o que usei outras pessoas vou ajudar. Maravilhosa as dicas, sinto falta de brechós perto de mim e hoje penso um pouco mais na hora de comprar algo, sempre prefiro o que realmente vou usar e evito tendencias que sei que não vou usar.

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  4. Atualmente eu me sinto satisfeita com o meu consumo, eu me apego muito as coisas que eu compro e as roupas são uma delas hahaha eu costumo fazer doações, compro produtos de qualidade e sempre conserto quando precisa, muito feliz por estar cumprindo alguns ítens da lista <3
    Beijoss, Blog Seja Agridoce ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
  5. Olá. Adorei o post. Eu era muito consumista, mas de um tempo para cá eu mudei bastante. Tenho comprado apenas o essencial e isso tem sido bom, pois acabo usando o que tenho por mais tempo.
    Beijos. ❤
    www.lewestinblog.com

    ResponderExcluir
  6. Que poste maravilhoso, não conhecia essas informações!
    Ótimas dica!
    Beijos.
    https://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Good advices. I try to buy only necessary things

    ResponderExcluir
  8. Oi, Marcela!
    Amei o post! Consumir de forma consciente é uma coisa tão importante, mas que muitas vezes a gente nem dá valor né?
    Eu sempre doou as minhas roupas velhas. Tenho vontade de frequentar brechós, mas por aqui não existem muitos haha :D

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  9. Por ter feito moda, eu também tenho bastante essa questão de consumo consciente. Então evito comprar muitas peças e tento aproveitar todas ao máximo possível. Fora que tenho todo um cuidado especial do momento da lavagem ao armazenamento. Sempre penso demais, para não gerar tantos danos ao meio ambiente.
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir
  10. Eu fico muito abismada e chocada com pessoas que jogam roupas fora, manoooo!
    Desde pequena aprendi com a minha mãe a cuidar das roupas, cuidar na hora de lavar e tem peças que nem precisam ser lavadas com tantaaa frequência, porque quanto mais lava mais estraga.
    Enfim, post bem bacana! Tem muitas opções e formas das nossas roupas durarem muito.

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Tenho tentado consumir de forma mais sustentável e diminuir o consumo. Gostei muito das dicas :)

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  12. Amei o post. Acho que planejar as compras é uma ótima opção para o consumo consciente, quando vamos comprar sem um objetivo acabamos comprando coisas que nem se encaixam no guarda-roupa ou que são usadas poucas vezes.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  13. São todas ótimas dicas.
    Eu tava vendendo minhas roupas no enjoei e sempre separo roupas para doar.
    Beijos!
    Pam Lepletier

    ResponderExcluir
  14. Amei as dicas, é muito importante, e além disso, economizamos e conseguimos comprar outras coisas e até mesmo planejar viagens
    www.mundodasmulheresbrasil.com

    ResponderExcluir
  15. Gosto de fazer doação das roupas que eu não uso.

    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
  16. Tô besta que não sabia que poliester não se decompõe.
    Ultimamente tenho sido mais consciente quando compro roupa, mas sempre pensava mais pelo lado financeiro (acabar gastando dinheiro com uma roupa e não usar), nunca tinha pensado por esse outro lado.
    Post muitíssimo interessante.

    Renata

    ResponderExcluir
  17. amei as dicas, eu sempre doo todas as peças que não quero mais, o que não serve pra mim com certeza vai servir pra alguém

    beijo
    A mina de fé

    ResponderExcluir
  18. Wow, it's good to know there are Luxury Thrift Stores! People should know about this ethical clothing stores!

    xoxo
    Lovely

    http://mynameislovely.com

    ResponderExcluir
  19. Adorei as dicas Ma!

    Beijos,
    www.tammycezaretti.com.br

    ResponderExcluir
  20. Eu tenho consumido cada vez mais em brechó e tenho gostado bastante! Tenho usado muuuito o enjoei em tempos de Corona Vírus e estou seguindo vários brechós no insta por indicação de amigas! Uma coisa que também pode ajudar que aprendi numa live é "anote toda vez que você sentir necessidade de determinada roupa, quando chegar em 5x você a adquiri", achei bem legal!

    Ótimo post!
    Beijos,
    Carla Wolf do Vestindo Ideias

    ResponderExcluir
  21. Muito importante esse post, Marcela! Antigamente, não entendia muito sobre a moda sustentável, mas hoje sei da importância dela. Já comprei em brechós e até tive um com uma amiga, mas por conta de outros objetivos profissionais, acabei saindo. E tento comprar o que realmente vou usar! E queria saber mais sobre o banco têxtil. Fica a dica para um futuro post. :) E por aqui em casa, a gente doa bastante peças.

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  22. Eramos bastante consumistas mais faz algum tempo que compramos apenas o necessário. No nosso atelie damos preferência a tecidos 100% algodão evitamos ao máximo trabalhar com poliéster. Ainda não compramos em brecho, mas acompanhamos muitos brechos no instagram.

    Beijos


    http://onlyinspirations.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Acho esse assunto sobre moda sustentável muito necessário! Eu gosto de vender minhas roupas antigas em brechós ou doa-las, mas de qualquer forma, é como eu sempre digo ao meu marido "morre uma roupa, nasce um pano de chão ou pra tirar o pó dos móveis" hahaha, além disso, tenho três cachorrinhas, então, roupa velha sempre acaba fazendo parte da caminha das pets, kk.
    E ter peças coringa no armário sempre ajuda. Além disso, dá pra fazer modificações e gerar novas peças, como fazer uma calça virar shorts ou um vestido virar blusa.
    Amei o post!
    Beijo,Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  24. Fazem 8 meses que não compro roupas e as últimas vezes que comprei, foram em brechós. Fico muito feliz de que aqui na Finlândia existem muitos e que tem roupas pra gordas, diferente daí, que eu sofria em brechó xD
    Adorei o post!
    A Bela, não a Fera

    ResponderExcluir
  25. Nunca tive o hábito de comprar em brechós, mas tenho refletido muito sobre o impacto da moda no meio ambiente e tenho cogitado procurar por brechós
    Beijos ♡ Blog | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!

Curta a página!

Siga o blog!